Economia de água em condomínios: conheça algumas dicas para incentivar o consumo consciente!

Economia de água em condomínios: conheça algumas dicas para incentivar o consumo consciente!

Infelizmente, a crise hídrica em muitos estados já é uma realidade. Em dados disponibilizados pela ONU (Organização das Nações Unidas), previsões indicam que, até 2030, metade da população enfrentará problemas de abastecimento de água potável. 

Apesar do maior gasto ser realizado por empresas, o consumo consciente da nossa parte pode ajudar a diminuir um pouco desse impacto.

Por isso, separe um bloco de anotações, pois hoje iremos mostrar como a mudança de atitude pode trazer economia de água.

Para começar: consciência

Não adianta abraçar causas as quais você não acredita. Por isso, o primeiro passo na luta a favor da economia de água em condomínios, é a consciência. 

Seja no mural, no grupo do condomínio ou durante uma assembleia, deixe explícito para os moradores sobre o nível de consumo de água dentro do condomínio. Ao apontar a quantidade média gasta, você os inspirará a pensar de forma mais consciente, mesmo que indiretamente. 

Para evitar conflitos, não é necessário que os dados sejam milimetricamente calculados. Veja um exemplo que pode ser veiculado em seu condomínio:

Para conhecimento de todos, no condomínio [nome], composto por 270 pessoas, o gasto total é de 1.768,13 m3/mês, sendo 218,29L/dia por pessoa.

Crie campanhas de conscientização

Uma forma direta para inspirar os condôminos a pensarem de forma consciente, é criar campanhas e espalhá-las pelo condomínio. 

Não hesite: distribua cartazes em murais, elevadores e envie cartas a cada apartamento. Afinal, entender a importância da campanha é primordial para que entrem nesta causa junto com você. 

Estude a possibilidade de trocar a conta de água de consumo coletivo pela de consumo individual

Se existe um método significativo quando falamos sobre a economia de água em condomínios, com certeza este é um deles. Ao utilizá-lo, os moradores ficarão mais atentos ao tempo que passam no banho e com a torneira ligada, já que no final do mês, a conta é individual. 

Assim, convoque uma assembleia e discuta com os moradores sobre a possibilidade da troca, para que ninguém seja pego de surpresa. Afinal, a boa comunicação fará com que problemas sejam evitados e a falta dela, pode acarretar vários erros em sua gestão

Preste atenção nas piscinas 

Você sabia que cobrir piscina pode reduzir a evaporação em até 90%? Apenas este ato simples, pode gerar economia de 378,5 litros de água por mês. Surpreendente, não? 

Então, se o seu prédio possui uma ou mais piscinas, você já sabe! 

Controle a ocorrência de vazamentos

Controlar a ocorrência de vazamentos também é uma das estratégias mais eficazes quando falamos em economia de água em condomínios. 

Inspeções periódicas e a manutenção predial são excelentes para alcançar vazamentos. Com esta simples ação, prepare-se para observar uma redução em até 20% das contas do seu condomínio.

Lave calçadas só em casos de urgência 

Mais um dado chocante para a lista: ao varrer calçadas, ao invés de lavá-las, você economiza 279 litros, isso a cada 15 minutos. Então, adeus mangueira! 

Ainda segundo a ONU, as crises que podemos acompanhar são resultado das mudanças climáticas, ação humana e crescimento populacional. Apesar das proporções da crise serem grandes, o uso consciente de água por todos, pode garantir ao menos, uma queda pequena no nível de escassez. 

Fique por dentro: Tendências para o mercado condominial do futuro pós-pandemia

Quer garantir a boa gestão do seu condomínio? Entre em contato com a Garante Deodoro e vamos avançar juntos! 

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Endereço

Rua Marechal Deodoro, 320 – Sala 301/2
Centro, Curitiba/PR – CEP 80.010-010