Dicas para garantir a economia de energia no seu condomínio

Não é novidade para ninguém: a chegada do inverno representa um aumento no consumo de energia, especialmente dos condomínios. Mas, diante do cenário atual, com o combo estiagem e aumento das tarifas, é preciso ficar de olho no consumo de energia e se esforçar para reduzi-lo o máximo possível. A boa notícia é que com atitudes simples tanto pelos síndicos, como pelos condôminos é possível reduzir oconsumo de energia e garantir uma tarifa mais baixa no final do mês. Confira no artigo de hoje, algumas dicas para garantir a economia de energia no seu condomínio.

Substitua as lâmpadas fluorescentes por lâmpadas LED

Você sabia que as lâmpadas de LED reduzem o consumo de energia a 50%? Além disso, as lâmpadas de LED têm uma duração maior do que as lâmpadas incandescentes, cerca de 8 anos em média, e de 25 mil horas, enquanto as lâmpadas comuns duram, em média, de 6.000 a 10.000 horas (cerca de 3 anos).

Outra vantagem é que o investimento em LED se paga em pouco tempo. Como a lâmpada dura milhares de horas, evita-se o desperdício na troca da iluminação e há menos gastos com mão de obra, em geral.

Invista em sensores de iluminação

Para os locais em que o fluxo de pessoas não é constante, como corredores e escadas de emergência, por exemplo, existe a opção de instalação de sensores para a iluminação do ambiente somente quando alguém estiver nele. A simples troca desses componentes já fará uma grande diferença em relação aos gastos com energia no seu condomínio.

Promova programas de incentivo

Em alguns condomínios, já é possível observar a criação de programas de incentivo e até mesmo a oferta de uma recompensa ou desconto para os blocos que conseguirem economizar, por exemplo, x% durante meses determinados. Desta forma, com a divulgação dos resultados, as ações se tornam um hábito entre os condôminos, gerando também maior conscientização tanto para os funcionários quanto para os moradores.

Chame um elevador por vez

Os elevadores são responsáveis por grande parte do consumo de energia dos condomínios. Mas, quem nunca saiu apertando os botões dos elevadores no intuito de chegar mais rápido? O “hábito” acaba exigindo maior energia, tornando o gasto desnecessário. Por isso, sempre vale a orientação do síndico aos moradores. Outra dica é desligar um dos elevadores em horários de menor movimento, como nas madrugadas.

Atitudes dos condôminos

Por fim, é fundamental que os condôminos também façam a sua parte. Atitudes simples como apagar as luzes ao sair do cômodo, manter aparelhos desligados quando não utilizados, investir em eletrodomésticos com consomem menos energia, reduzir o tempo de banho, juntar mais roupas ou louça para acionar a máquina de lavar e evitar o desperdício, sem dúvidas farão uma grande diferença na economia de energia.

Veja também: Economia de água em condomínios: conheça algumas dicas para incentivar o consumo consciente!

Precisando de ajuda? Entre em contato com quem entende de receita garantida!

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Endereço

Rua Marechal Deodoro, 320 – Sala 301/2
Centro, Curitiba/PR – CEP 80.010-010