Regras para home office em condomínios residenciais

home office

O modelo de trabalho em home office se popularizou entre os brasileiros com as medidas de prevenção e isolamento social causadas pelo coronavírus. Porém, para que atividades comerciais não interfiram na rotina do condomínio, é necessário seguir algumas regras.

Confira alguns exemplos do que pode, e o que não pode ser feito em home office dentro de condomínios residenciais.

O condômino pode:

  • Exercer atividades que não demandem excesso de visitas, entregas ou correspondência;
  • Realizar atividades que não demandem uso excessivo de água, luz e gás;
  • Receber visitas, ou clientes, desde que em pequenos números e que os mesmos não circulem pelas áreas comuns do condomínio.

Dentro dos condomínios, é proibido:

  • Trabalhar em funções que gerem grande e permanente fluxo de pessoas;
  • Visitas, ou clientes, que fiquem circulando pelas áreas comuns do condomínio;
  • Uso do hall ou dos corredores como sala de espera;
  • Uso das áreas comuns do condomínio como se fossem uma extensão da área privativa;
  • Atividades que envolvam produtos tóxicos, odores fortes, ou que façam muito barulho;
  • Atividades que demandam elevado consumo de água ou energia.

É importante ressaltar que a principal função do condomínio residencial é de moradia. Por isso, se a função do morador começar a interferir na dinâmica do condomínio (com excessos de correspondências, visitas ou barulhos que incomodem os vizinhos) o ideal é que o síndico notifique o morador sobre as regras do local. A casa ou apartamento não pode exercer exclusivamente a função de ponto comercial.

Confira outras dicas de convivência no condomínio em nosso blog. 

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Endereço

Rua Marechal Deodoro, 320 – Sala 301/2
Centro, Curitiba/PR – CEP 80.010-010