Reforma no apartamento: o que o morador pode fazer

Reforma no apartamento: o que o morador pode fazer

Se engana quem pensa que para fazer uma reforma no apartamento basta comprar o material, contratar uma equipe e fazer as alterações. Na verdade, existem regras – e até mesmo leis – importantes que devem ser seguidas para efetuar as mudanças desejadas dentro do imóvel.

O que o morador precisa fazer

Antes de iniciar a reforma no apartamento, é necessário informar ao síndico, bem como se atentar às regras do condomínio em relação aos horários e dias permitidos para a obra, além de conferir as regras de limpeza para sempre recolher os dejetos deixados. O descumprimento das regras estabelecidas pelo residencial, como barulho alto fora do horário estabelecido, pode ocasionar multas, além de problemas de convivência com outros moradores.

Para obter o aval do síndico, é preciso apresentar o laudo técnico, disponibilizado por um engenheiro ou arquiteto e obrigatório até para pequenas obras, como troca de piso, portas, janelas ou mudanças elétricas e hidráulicas.

Também é de bom gosto que o morador avise os vizinhos, pois eles vão precisar lidar com o barulho da obra e com a entrada de trabalhadores no andar. Conversar é o melhor caminho para evitar problemas mais tarde.

O que o morador não pode fazer

Na reforma no apartamento, é proibido mexer na parte estrutural, pois pode pôr em risco a segurança de toda a edificação. A fachada também não pode ser alterada, a não ser que a mudança seja aprovada em assembleia.

Quer saber mais dicas de convivência e segurança em condomínios? Acesse nosso blog!

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Endereço

Rua Marechal Deodoro, 320 – Sala 301/2
Centro, Curitiba/PR – CEP 80.010-010